sexta-feira, 1 de julho de 2022

Cartunista Xavier (SP) / Revista HUAI nº4 Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga


 Cartunista Xavier / Avaré (SP) - Festival Jal&Gual
 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga

Cartunista Synnöve (SP) / Revista HUAI nº4 Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga


 Cartunista Synnove / Campinas (SP) - Festival Jal&Gual 
16º Salão Internacional de Humor de Caratinga

Cartunista Fernandes (SP) / Revista HUAI nº4 Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga


 Cartunista Fernandes / Santo André (SP) - Festival Jal&Gual 
16º Salão Internacional de Humor de Caratinga

Cartunista Cacinho (MG) / Revista HUAI nº4 Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga

Cartunista Cacinho / Juiz de Fora (MG) - Festival Jal&Gual 

16º Salão Internacional de Humor de Caratinga

 

Cartunista André Ribeiro (MG) / Revista HUAI nº4 Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga


 Cartunista André Ribeiro / Juiz de Fora (MG) - Festival Jal&Gual
16º Salão Internacional de Humor de Caratinga

quarta-feira, 22 de junho de 2022

Lançada a Revista Huai Sobre o 16º Salão de Humor de Caratinga e o Festival Jal&Gual

Cartunista Edra, Presidente do Salão de Humor de Caratinga 
e editor da Revista Huai - HUmor o Ano Inteiro
 

A Revista HUAI - HUmor o Ano Inteiro, foi lançada no último 17, no Casarão das Artes, dentro da programação do 2º Festival Literário de Caratiga. Em sua quarta edição, a revista traz tudo sobre o 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga e do Festival "Jal&Gual".

segunda-feira, 6 de junho de 2022

Morreu, aos 55 anos, o Cartunista Frank Maia

Cartunista e josrnalista Frank Maia
 

O jornalista e chargista Frank Maia morreu na madrugada deste domingo (5), aos 55 anos. Ele estava internado no Hospital Regional de São José, na Grande Florianópolis, com problemas no coração, e não resistiu às complicações. O profissional que sempre demonstrou através de seus desenhos um olhar crítico, buscando através do humor retratar a realidade, construiu ao longo de sua carreira uma história de parceira com o movimento sindical bancário. A esposa de Frank, Patrícia Bolsoni, publicou nas redes socais uma despedida: “Com imensa dor e tristeza comunico que meu amor, Frank Maia, partiu na madrugada desse domingo. Gratidão à enorme corrente de apoio dos amigos que enviaram as melhores energias e aqueles que estiveram junto diariamente me apoiando com muito amor. Gastão Cassel, sem palavras por todo seu amparo, amigo! Um a agradecimento também ao Dr, Amberson Assis que. Além de médico, foi um amigo. Seu sorriso, criatividade, amorosidade e toda sua obra serão lembrados para sempre. Descansa em paz e tenha certeza que fostes incrível como pai, amigo, companheiro, artista e profissional genial. Amor eterno, que presente vc em nossas vidas." As homenagens de despedida ao querido Frank Maia foram realizadas ontem, no cemitério/crematório Vaticano, na rua Antônio Jovita Duarte, 9203, bairro Forquilhas em São José.

segunda-feira, 25 de abril de 2022

Por Motivos de Saúde, Angeli Encerra Sua Consagrada Carreira de Cartunista

Angeli encerra carreira de longa data de charges e tirinhas na Folha de São Paulo
 

    É com tristeza e coragem que a família e os amigos de Angeli comunicaram o fim, por questões de saúde, da histórica colaboração entre o autor e a Folha de S. Paulo. Artista foi diagnosticado com uma doença degenerativa que o impede de se comunicar Após meio século, o cartunista Angeli, de 65 anos, vai encerrar a carreira e deixar de publicar suas tirinhas diárias na Folha de S. Paulo. 
    Segundo comunicado divulgado nas redes sociais do cartunista, na última quarta-feira (20), o fim da “histórica colaboração” entre o autor e o jornal se encerra “por questões de saúde”. A equipe do artista confirmou que o encerramento das atividades ocorre após ele ser diagnosticado com afasia, uma doença neurodegenerativa que prejudica a comunicação, impedindo o paciente de se expressar de forma verbal e escrita. “Após cinquenta e um anos de carreira, quase cinquenta deles no jornal, é num misto de emoção e tristeza e também orgulho que ele se despede desse espaço que foi, ao longo de décadas, uma janela para que os leitores pudessem observar o talento indescritível de um dos maiores artistas que o Brasil tem”, diz trecho da nota.


Angeli numa entrevista concedida ao cartunista Edra 
para a Revista HUAI - HUmor o Ano Inteiro

Lamentamos a Morte de João Bento, Grande Cartunista e Professor de Artes Paraense


 Cartunista paraense João Bento, participou do livro 
em homenagem a Ziraldo em 2018

    Lamentamos profundamente a partida do cartunista, artista visual e ilustrador paraense João Bento, falecido na tarde da última quinta-feira (21), aos 61 anos. O artista estava internado em um hospital de Belém, após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC).                Com passagens pelo jornal A Província do Pará e pelo Centur, onde pintou murais no hall do elevador e da gibiteca, João Bento fez ilustrações para livros, trabalhando com editoras, e entre os clientes mais valorosos teve o escritor Walcyr Monteiro, autor do bestseller paraense "Visagens e Assombrações de Belém", que Bento fez a capa icônica da bruxa. 
    A convite do cartunista mineiro Edra, Presidente do Salão de Humor de Caratinga, João Bento foi um dos 85 talentosos cartunistas que participaram do livro “Ziraldo 85 – ao Mestre com Carinho”, publicado pela Melhoramentos em 2018, vencedor do Troféu HQMIX. 
    O artista também desenvolveu trabalhos para a Fundação Cultural do Pará, com a pintura de murais no hall do elevador da gibiteca no Centur. Participou do Salão Internacional de Humor da Amazônia e seus trabalhos estão espalhados pela cidade como as caricaturas do "Bar Boêmio", na Doca e o mural da Fundação Tancredo Neves, assim como no camarim das estrelas do Teatro Margarida Schiwazzappa. Um dos últimos trabalhos do cartunista João Bento lançado com o selo da Imprensa Oficial do Estado, foi o livro infantil “O Cabeção” em homenagem ao seu filho Cristiano. Lançado durante a XXI Feira Pan-Amazônica do Livro. João Bento conquistou menções honrosas em salões de humor pelo Brasil, recorda o filho dele, Gabriel Souza.


João Bento posa com o seu livro "O Cabeção", ao lado 
do cartunista Edra, no X Salão de Humor da Amazônia, em 2018

Aliedo Kammar: o Humor Gráfico Brasileiro de Luto Pela Perda de Mais Um Grande Artista


 Cartunista e ilustrador Aliedo Kammar

Morreu na madrugada de segunda-feira (18), aos 68 anos, o jornalista, ilustrador e cartunista Aliedo Kammar, em decorrência de hemorragia digestiva e infarte. Gaúcho de Porto Alegre, ele vivia no Rio de Janeiro há décadas e deixa um filho, Pedro. Kammar trabalhou em vários veículos como Jornal do Brasil, O Pasquim, Correio do Povo e Revista Bio, entre outras publicações, além de ter trabalhado no projeto gráfico de diversos livros, cartazes e capas de disco. Atualmente, o cartunista publicava trabalhos em suas redes sociais.


Cartunista Edra, Presidente do Salão de Humor de Caratinga, 
com Aliedo num Encontro de Cartunistyas no Rio de Janeiro

terça-feira, 29 de março de 2022

Morre, aos 76 anos, Elifas Andreato, um dos Maiores Artistas Gráficos do Brasil


 Responsavel por mais de 300 capas de discos da MPB, delivros e revistas, 
além de cartazes de teatro entre ouitos trabalhos, ele tinha 76 anos.

Elifas Andreato, ilustrador e um dos maiores designers gráficos do Brasil, responsável por inúmeras capas de discos que entraram para a história e de livros, além de cartazes e outros trabalhos, morreu aos 76 anos, na madrugada desta terça-feira, 29. A informação foi divulgada por seu irmão, o ator Elias Andreato, em seu perfil no Instagram. Elifas Andreato estava internado desde a última semana, após ter sofrido um enfarte. Seu corpo será cremado às 16h, no Crematório Vila Alpina

sábado, 26 de março de 2022

Morreu Luscar, Mais Uma Grande Perda Entre os Cartunistas Brasileiros


        O humor gráfico nacional perde mais um cartunista. Morreu Luscar, ele estava internado no hospital do Mandaqui por um câncer no pulmão. Ele fazia parte dos cartunistas que surgiram na mesma época no bairro da Casa Verde, em São Paulo. 

    Paulista de Salto, Luscar começou a desenhar cedo. Aos 16 anos foi contratado pelo Maurício de Souza. Publicou seu primeiro cartum em 68, na revista “Cláudia”, no mesmo ano, iniciou-se profissionalmente no “Almanaque do Biotônico Fontoura”. Depois vieram as revistas “O Cruzeiro”, “O Bicho”, “Melodias”, “Mad”, “Senhor” e os jornais, “Ùltima Hora”, “A Gazeta”, “Jornal da Tarde” e “Pasquim”, entre outros. Na década de 70, veio para o Rio de Janeiro, onde conheceu Ziraldo, quando o pai do Menino Maluquinho, editava, junto com o jornalista Ruy Castro, a revista “Fairplay”. Morou 15 anos no Rio. Através do amigo Fortuna conheceu a turma do “Pasquim” e começou a colaborar com o semanário, onde ficou até o fechamento em 1991. Tempos depois, Ota, editor da “Mad”, apareceu em o levou para trabalhar na revista. A sua tirinha do Dr. Baixada fez tanto sucesso no “JB” que rendeu ao cartunista um livro pela editora Circo, do saudoso Toninho Mendes; uma revista própria pela editora Hamasaki; e foi publicada também na revista “X-Nóia”. Luscar publicou ainda duas revistas de cartuns e HQ pela editora Escala. 
    O cartunista morreu nesta madrugada, aos 73 anos, em São Paulo, onde morava e continuava produzindo seus cartuns e ilustrações para diversas publicações.

Haroldo George Gepp

Em parceria com José de Roberto Maia, ilustrador ganhou notoridade por 
trabalhos publicados na Gazeta Esportiva, Jornal da tarde e Revista Placar.
 

Faleceu no dia 17 de março o cartunista e ilustrador Haroldo George Gepp aos 68 anos de idade. A causa da morte não foi divulgada pela família. O trabalho de Gepp ganhou notoriedade entre as décadas 1970 e 1980 quando, em parceria com José Roberto Maia de Olivas Ferreira, com quem formava a dupla Gepp e Maia, publicou charges na Gazeta Esportiva, Jornal da Tarde, Placar e Quatro Rodas. Gepp e Maia também ficaram conhecidos pela Maquete da América Latina, que está fixada no chão do Pavilhão da Criatividade Popular, na Fundação Memorial da América Latina (FMAL). que está fixada no chão do Pavilhão da Criatividade Popular, na Fundação Memorial da América Latina (FMAL). A maquete foi elaborada por Gepp e Maia em 1989 e é composta por diversas miniaturas que aludem aos países da América Latina e simboliza cidades, edifícios, monumentos e particularidade das culturas locais.

segunda-feira, 21 de fevereiro de 2022

Divertida e Bem Humorada Celebração de Talentos Edra


     Vivemos momentos de crise bastante acentuados nos últimos dois anos, especialmente para aqueles que sobrevivem das artes e da cultura. Mesmo sem a menor condição de conseguir apoio e diante de tantas adversidades, decidi realizar o Salão de Humor de Caratinga este ano. Contudo, o maior desafio era apresentar um diferencial, foi quando me veio à idéia de prestar uma homenagem aos cartunistas e ao humor gráfico do Brasil. As charges estão perdendo espaço na mídia impressa que segue, a passos largos, rumo à extinção. As redes sociais recebem conteúdos gratuitamente e os cartunistas, por sua vez, cada vez mais sem mercado, desmotivados sem que o seu trabalho consiga o alcance e a força de outrora. Somam se a estes fatores o fantasma da censura que volta a nos assombrar ameaçando uma liberdade conquistada à duras penas e a dor da perda de tantos baluartes do cartum brasileiro. 
    Imbuídos na proposta de ter os próprios cartunistas como tema, foi lançado o “Festival Jal & Gual”, em homenagem a José Alberto Lovetro e Gualberto Costa. Os nomes me vieram automaticamente, tanto pela sua pertinência quanto pela gigantesca admiração que nutro por eles e que, tenho plena convicção, é compartilhada com a maioria dos colegas que militam neste universo e que reconhecem nesses dois como um dos principais pilares do nosso humor gráfico, dois queridos amigos, agregadores e com uma extensa bagagem de grandes realizações. 
    Eles também dão o nome aos troféus dos premiados e dos homenageados que fizemos questão de implantar para valorização àqueles, cartunistas e de outros profissionais, que dedicam se parte de seu tempo em prol do desenvolvimento do humor gráfico em nosso país. Pelo seu ineditismo, formamos uma lista de 60 nomes para tentar minimizar a possibilidade de exclusões. Apesar da extensão, muito nomes ainda ficaram de fora da lista e que buscaremos recompor, sequentemente. O ônus desta lacuna que nos depara não nos cabe, mas iremos empenhar para supri-la. Pelo que se propôs e pela resposta alcançada, a implantação do festival será permanente na programação do salão, independente dos temas que virão a seguir nos próximos anos. 
    Uma iniciativa pioneira dentre os eventos similares no mundo e que enalteceu a profissão e incentivou, neste primeiro momento, a transpormos juntos essa dura travessia, utilizando do humor que nos move a favor de uma grande confraternização da classe. Cada cartunista pôde prestar a sua homenagem aos colegas de traços através de caricaturas, charges, cartuns e histórias em quadrinhos - categoria implantada nesta edição. Sem premiação em dinheiro, o caráter competitivo ficou ainda mais irrelevante, o clima descontraído veio à tona. Contamos com a participação dos jovens aspirantes, ávidos a difundirem o seu potencial, junto aos grandes talentos da atualidade e aos nossos adorados mestres que tanto nos inspiram. A maioria deles, há anos, sem participar de eventos desta natureza. Quem captou a nossa proposta, ou não se fez de rogado, permitiu o desprendimento aflorar e ajudou a chancelar o sucesso desta diversão. Mesmo em tempos tão obscuros, os participantes celebraram a criatividade deixando o humor de pano de fundo, dando vazão às brincadeiras entre os colegas de traços, aproveitando uma boa oportunidade de serem alvos, de rirem, de zoarem de si próprios e principalmente de celebrar, com os seus talentos, a amizade e admiração entre os seus pares. O resultado – vocês podem constatar a seguir - surtiu um efeito surpreendente. Acredito, mais do que nunca, que devemos mostrar a nossa resistência através da arte e combater o mal, com humor, sempre!

quinta-feira, 17 de fevereiro de 2022

Humor em Minas Gerais é Caratinga e o Seu Salão. JAL - José Alberto Lovetro


     O Edra, cartunista, pesquisador, editor, escritor e agitador cultural achou mais um tempinho pra homenagear os cartunistas do Brasil. Criou, em plena pandemia, dentro do Salão Internacional de Humor de Caratinga, em sua 16ª edição, o "Festival Jal & Gual" onde nos deu essa importância que nem a gente sabia sermos merecedores. Mas a maior homenagem é ao próprio Salão, um dos poucos que ainda temos sendo realizado a cada ano, porque sem a parceria do cartunista não haveria nenhum salão de humor no mundo. Ele, como bom mineiro, veio com essa ideia sabendo que hoje, sem espaço para publicar na mídia, ninguém mais que o próprio cartunista deve ser o tema do humor gráfico ao invés de ser apenas seu cartum. 
    Caratinga, todos sabem, é terra de Ziraldo e Zélio. Só por isso a cidade já disse a que veio na história das artes. E Edra é esse catalisador que faltava à cidade para que fosse também conhecida como a terra de todos os cartunistas e também de Ziraldo e Zélio. 
    Vendo as caricaturas que foram chegando para as categorias do Gual e do Jal, nos vimos pelas mãos de cada artista como a gente gosta de estar - em um desenho. Vale mil vezes mais que uma fotografia. Porque tem o filtro de um artista para o mundo paralelo da realidade engraçada. 
    Assim, na simplicidade, Edra fez algo que nunca foi tão necessário como agora - valorizar o humor gráfico através de seus criadores. Há um grito no ar da sobrevivência desse humor gráfico e esse grito está sendo realizado pelo Salão Internacional de Humor de Caratinga!        Que pandemia que nada! A nossa vacina é a risada! 
    Obrigado Edra, por nos vacinar contra a tristeza com essa dose total de esperança. 


JAL - José Alberto Lovetro
Cartunista e Jornalista
Presidente da ACB - Associação dos Cartuniostas do Brasil

sábado, 12 de fevereiro de 2022

Com Certeza Não Cometi Uma Heresia / Gual Gualberto Costa


     Vou transgredir ao pedido feito para escrever sobre o Salão Internacional de Humor de Caratinga e só irei falar do Élcio Danilo Russo Amorim, mais conhecido no mundo do cartum como EDRA. 
    Falar de Salão de Humor, temos obrigatoriamente que citar Fernando Coelho, o criador do primeiro, o Salão Mackenzie de Humor e Quadrinhos de 1973. Outros nomes são ligação direta aos mais importantes salões de humor do Brasil. Zetti, a Maria Ivete Araújo, e seus muitos anos dedicados às melhores edições do Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Albert Piauhy que alargou as fronteiras do humor gráfico do país, colocando o Norte e Nordeste na geografia do cartum e da charge, com seu lendário Salão Internacional de Humor do Piauí. A brava resistência de Alexandre Clemente em perpetuar o Salão Internacional de Humor de Volta Redonda. 
    E o EDRA, que com poucos recursos, sempre batalhou com criatividade, e muitas vezes com verba do próprio bolso, para que seu salão não devesse nada aos maiores do mundo. Sempre com seu sorriso tímido e sua inseparável boina na cabeça, é figurinha carimbada em todos os eventos do humor gráfico no Brasil, tornando-se um especialista no assunto e em condições de renovar as fórmulas tradicionais. O Salão de Caratinga sempre se destacou pelas homenagens, primeiro ao conterrâneo Ziraldo, que fez a maioria dos cartazes do salão, e depois ao Zélio, Agnaldo Timóteo, Ruy Castro e Miriam Leitão, que também são seus concidadãos de Caratinga. Mas as homenagens ao Ziraldo foram além do possível, embora fundamental pela envergadura de nosso maior artista gráfico. Num país sem museu e espaços permanentes dedicados as artes gráficas, ele criou a “Casa Ziraldo de Cultura”, foi o fundador da Gibiteca Turma do Pererê e editou para a Melhoramentos o Livro “Ziraldo 85 – Ao Mestre com Carinho”, que foi premiado no 31º troféu HQMIX e resultou em uma exposição com o mesmo nome. 
    Mas as homenagens neste ano chegaram ao auge, com o reconhecimento e a premiação de importantes nomes do humor gráfico, 59 ao todo, além da criação de uma categoria com caricaturas de humorista gráficos. Neste ano eu e o JAL também fomos homenageados com o título de “Festival Jal&Gual”, e obviamente me senti muito orgulhoso, mas não tenho roupa para tal honraria. 
    EDRA, além do que já mencionei, é um fértil cartunista, só no Diário de Caratinga permaneceu por 13 anos, além da importante passagem pelos Jornais Correio Braziliense, Jornal de Brasília e Correio do Brasil. É autor de 27 livros e recebeu premiações em vários salões de humor do Brasil e do exterior. 
    Conhecido também por suas inumeráveis “selfies”(talvez o criador), tão em moda nos dias de hoje com os smartphones, arrebanhando nestas últimas décadas uma coleção invejável de fotos com os mais importantes artistas e os novíssimos, aqueles que em curto tempo ainda serão famosos e a quem dedica com seu salão todo o seu idealismo: Revelar os novos talentos. 
    Por tudo que já dedicou à arte do humor gráfico, não seria mais o caso de homenageá-lo, mas sim canonizá-lo. 
    Salve, Salve Santo EDRA, o protetor dos cartunistas!

Gualberto Costa
Editor e Pesquisador

quinta-feira, 3 de fevereiro de 2022

Salão Exaltação / Zé Roberto Graúna


 

    Desde que acompanho a História da Caricatura Brasileira, durante as realizações dos salões de humor nacionais mais tradicionais, sempre foi habitual homenagear os nossos ídolos do traço humorístico. Já vimos exposições paralelas nos salões de Piracicaba, Laura Alvim, Pernambuco e outros homenageando nossos mestres, e até tivemos um evento, nos anos 1980, em Niterói, no Rio de Janeiro, cujo batismo exaltava Nair de Teffé, nossa mais importante caricaturista. Pode ser que eu me engane, mas creio que é a primeira vez na História dos salões de humor brasileiros que um evento dedica toda a sua edição justamente aos profissionais que fazem o humor gráfico resistir: os cartunistas. 
    Com o título de Festival Jal & Gual, homenagem à dupla José Alberto Lovetro e Gualberto Costa (e de quebra à Daniela Baptista), que há décadas promove o prêmio HQMix e diversos outros projetos culturais; o evento é um tributo a todos que batalham pela manutenção do mercado editorial e de artes, e exalta também os muitos jornalistas, pesquisadores, agitadores culturais e colecionadores que trabalham pela preservação da memória do Humor Gráfico Brasileiro. 
    Durante a maior tragédia sanitária da História, os brasileiros tiveram que conviver com claras ameaças à Democracia, com manifestações que atingiram o Humor Gráfico Nacional, como nos casos da abertura de inquérito por parte do Ministério da Justiça contra uma charge do Aroeira (que gerou o movimento “Charge Continuada”), e a ação inédita, descabida e estapafúrdia de um imbecil travestido de vereador que atacou o 48º Salão Internacional de Humor de Piracicaba. Se não bastasse toda a crise política brasileira – a maior da História Republicana, ainda perdemos Alexandre Clemente (criador do Salão de Humor de Volta Redonda) e alguns dos maiores nomes do desenho nacional como Daniel Azulay, Lan, Mariano, Ota, Nani, Tacho, Lailson, Joanfi e Biratan Porto. 
    Que o 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga nos sirva como um alento e nos conforte por tantas perdas inesperadas. Que o presente salão, especialmente para nós que atuamos como desenhistas de humor e organizadores de eventos do gênero, nos alimente com esperança de melhores dias para o nosso mercado editorial, a ciência, a educação, as artes e a cultura. 
    Saúde e Arte!

Zé Roberto Graúna
Cartunista e Pesquisador

sexta-feira, 28 de janeiro de 2022

Jal & Gual, Tal e Qual / Marcelo Alencar


    No país da piada pronta, é de espantar que, pelo acaso da sonoridade de seus apelidos, eles não sejam conhecidos como a dupla sertaneja do humor gráfico. José Alberto Lovetro – o JAL – e João Gualberto Costa – o GUAL – protagonizam um desses raríssimos casos de simbiose à primeira vista. Quase não dá pra se falar de um sem mencionar o outro. Batalhadores de longa data das causas dos quadrinhistas, cartunistas, chargistas e caricaturistas, os dois têm muita história para contar. Nos anos de chumbo da ditadura, JAL passou pela escolinha Disney da Editora Abril enquanto GUAL organizava o Salão Mackenzie de Humor, embrião do evento internacional de Piracicaba. Ambos tornaram-se autores e editores de respeito. 
    Também juntaram forças para capitanear a Associação dos Quadrinhistas e Caricaturistas de São Paulo, a AQC – entidade classista que surgiu para reivindicar direitos trabalhistas para a categoria (foi ali o nascedouro do bonecão do senador Teotônio Vilela, um dos símbolos da campanha pelas Diretas Já). Não muito depois, ganharam a telinha da TVMix, da Gazeta, e foram divulgar e resenhar as obras de nossos artistas. Não satisfeitos, criaram o Troféu HQMix para premiar os melhores da área. E idealizaram o Instituto Museu de Artes Gráficas (IMAC) com a intenção de preservar a trajetória desse nicho da cultura popular. Na mesma toada e com igual entusiasmo, inventaram festivais, exposições virtuais e um sem-número de eventos aglutinadores de roteiristas e ilustradores – como os Sábados da Memória das Artes Gráficas, um programa de entrevistas que documenta a vida e os trabalhos de vários talentos do traço e do riso. 
    Nem todas as iniciativas listadas acima são frutos da parceria entre JAL e GUAL, mas como separar esses irmãos de armas, ícones que praticamente se fundem num só? Impossível entender as artes e o humor gráficos no Brasil nas últimas décadas sem citar as muitas e relevantes intervenções de José e João. Então, nada mais justo que homenageá-los como tema deste Salão de Humor de Caratinga, em que suas caricaturas traduzem a admiração e a amizade angariadas pela dupla junto a seus pares em todo o país. Valeu, queridões. A luta continua!

Marcelo Alencar
Jornalista e Editor de Quadrinhos

quinta-feira, 20 de janeiro de 2022

Cartunista Edgar Franco e o Seu Troféu "Jal&Gual" no 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 Edgar Franco, um dos homenageados no "Festival Jal&Gual" 
no 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga 

"Amigos, tive a honra e a alegria de ser um dos artistas homenageados no "16.º Salão Internacional de Humor de Caratinga", por minha contribuição às narrativas gráficas nacionais. Recebi recentemente a placa da homenagem e a camiseta do evento! Minha gratidão ao mentor do salão, o cartunista Edra, e a todos os demais envolvidos com a organização". (Edgar Franco)

quinta-feira, 30 de dezembro de 2021

Revista Huai nº 4 - HUmor o Ano Inteiro Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga

Revista Huai nº 4 - HUmor o Ano Inteiro 
Informativo do 16º Salão de Humor de Caratinga
 

Lançada a Revista HUAI nº4 - HUmor o Ano Inteiro, no Formato E-book, Disponível no Portal da Amazon. Todos os trabalhos selecionados e premiados estão registrados nas 76 páginas da Revista HUAI nº4 – Humor o Ano Inteiro, que foi lançada no último dia 29 no formato E-book, disponível na plataforma da Amazon. A publicação, que terá o seu formato impressa no próximo ano, traz em sua capa a caricatura da cartunista Laerte, premiada em 1º lugar, de autoria do cartunista cearense Cláudio Duarte.

sexta-feira, 24 de dezembro de 2021

Edra Anuncia Nova Publicação Sobre o Salão de Humor de Caratinga - Revista Huai nº4


 Diário de Caratinga - Edição Especila de natal - 24/12/2021

    Mesmo diante de tantas adversidades e momentos de crise bastante acentuados nos últimos dois anos, especialmente para aqueles que sobrevivem das artes e da cultura, o cartunista e produtor cultural Edra decidiu realizar o 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga este ano, com o tema dedicado aos cartunistas do Brasil e ao Humor gráfico, através do “Festival Jal&Gual” em homenagem a José Alberto Lovetro e Gualbero Costa, que entre tantos feitos, são os criadores do Troféu HQMIX. O resultado dos trabalhos selecionados será registrado na HUAI nº4 – Humor o Ano Inteiro, que será lançada no dia 29 deste ano. Inicialmente no formato E-book, na plataforma da Amazon e no próximo ano de forma impressa. A publicação traz em sua capa a caricatura da cartunista Laerte, premiada em 1º lugar, de autoria do cartunista cearense Cláudio Duarte. 
    A iniciativa, pioneira dentre os eventos similares no mundo, enalteceu a profissão e incentivou uma grande confraternização da classe. Cada cartunista pôde prestar a sua homenagem aos colegas de traços através de caricaturas, charges, cartuns e histórias em quadrinhos - categoria implantada nesta edição. “As charges estão perdendo espaço na mídia impressa, as redes sociais recebem conteúdos gratuitamente e os cartunistas, por sua vez, cada vez mais sem mercado, desmotivados sem que o seu trabalho consiga o alcance e a força de outrora. Somam se a estes fatores o fantasma da censura que volta a nos assombrar ameaçando uma liberdade conquistada à duras penas e a dor da perda de tantos baluartes do cartum brasileiro”, desabafa o artista. 
    Sem premiação em dinheiro, o caráter competitivo ficou irrelevante e o clima descontraído veio à tona. O evento contou com a participação de jovens aspirantes, ávidos a difundirem o seu potencial, junto aos grandes talentos da atualidade e aos cultuados mestres. Os participantes celebraram a criatividade deixando o humor de pano de fundo, dando vazão às brincadeiras entre os colegas de traços, aproveitando uma boa oportunidade de serem alvos, de rirem, de zoarem de si próprios e principalmente de celebrar, com os seus talentos, a amizade e admiração entre os seus pares. 
    O evento também prestou homenagens artistas, jornalistas, pesquisadores, biógrafos e agitadores culturais que tenham atuado em benefício da Caricatura Brasileira, promovendo eventos de artes, salões de humor, concursos de desenho ou ainda editaram material alternativo, jornais e revistas, além de publicarem livros e artigos na imprensa que ajudaram a evolução e preservação da memória do humor gráfico brasileiro “Acredito, mais do que nunca, que devemos mostrar a nossa resistência através da arte e combater o mal, com humor, sempre! O Salão Internacional de Humor de Caratinga está entre os mais importantes e de maior longevidade do País. Realmente é uma marca que projeta muito Caratinga. Por isso abri mão de muitas coisas para poder, mesmo com todas as dificuldades, realizá-lo de forma mais simples, mas sem perder a qualidade”, finaliza o cartunista Edra.



terça-feira, 21 de dezembro de 2021

Cartunista Guedes e os Seus Troféus "Jal&Gual" no 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


Guedes faturou o 1º Lugar na categoria Caricatura do Jal 
e Menção Honrosa na categoria Caricatura Cartunistas do Brasil

"Muito honrado. Adorei participar desse importante Salão de Humor mundial, ser premiado então, sem palavras". (Guedes)

segunda-feira, 20 de dezembro de 2021

Cartunista Erasmo (SP) e o Seu Troféu "Jal&Gual" 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 O cartunista Erasmo Spadotto (SP) esteve a frente na 
organização do Salão de Humor de Piracicaba por muitos anos.

"Muito feliz por poder contribuir ao Humor Gráfico Nacional e mais ainda por receber o Troféu do "Festival Jal&Gual" do Salão Internacional de Humor de Caratinga. Obrigado meu amigo Edra!!! Abrassalão a você!!!

Cartunista Camilo Riani e o Seu Troféu "Jal&Gual" 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 O Cartunista Camilo Riani (SP) é um dos homenageados 
pela a realização do Salão Universitário de Piracicaba

"Feliz e honrado ao receber o Troféu-HOMENAGEM ‘CONTRIBUIÇÃO AO HUMOR GRÁFICO NACIONAL’, do Festival Jal&Gual/Salão Internacional Salão De Humor Caratinga , pelas mãos do querido Edra. Viva a ARTE, viva o Humor Gráfico consciente, viva a democracia, com os padrinhos Jal José Alberto Lovetro, Gualberto Costa e Ziraldo Alves Pinto." (Camilo Riani)

sexta-feira, 10 de dezembro de 2021

Cartunista Moisés(SP) e os Seus Troféus "Jal&Gual" 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


Cartunista Moisés, 1º Lugar / categoria Quadrinhos, 
Menção Honrosa /categoria Caricatura do Jal e está entre os 
homenageados pela contribuição ao Humor Gràfico Nacional
 
"Meus troféus chegaram do Salão de Humor Caratinga. Obrigado Edra, muito feliz pelo 1º lugar em Quadrinhos, 1º Menção Honrosa em caricatura e um troféu em homenagem". (Moisés)

Cartunista Mastrotti e os Seus Troféus "Jal&Gual" 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 Cartunista Mastrotti (SP), Menção Honrosa na categoria Cartm/Charge 
e homenageado pela contribuição ao Humor Gráfico nacional.

"Quero agradecer ao Salão de Humor de Caratinga e seu organizador, o cartunista Edra, pela homenagem que prestaram a mim, pela contribuição ao humor gráfico nacional. Para minha surpresa, fui premiado neste salão na categoria cartum". (Mastrotti)

quinta-feira, 9 de dezembro de 2021

Cartunista Hippertt (RJ) e o Seu Troféu "Jal&Gual" do 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


  O cartunista carioca Hippertt conquistou 
o 3º Lugar na categoria Caricatura do Jal

"Chegou! Meu troféu de terceiro lugar que ganhei com a carica do grande Jal. Ainda veio a camiseta do Salão, pra completar! Obrigado, cartunista Edra, pela insistência em manter vivo um Salão de Humor". (Hippertt)

Cartunista Maraska (SP) e o Seu Troféu "Jal&Gual" do 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 Cartunista Maraska conquistou o 2º Lugar 
na categoria História em Quadrinhos

"Chegou o troféu do 2º lugar do Salão De Humor Caratinga, categoria quadrinhos - obrigado, Edra" (Maraska)

segunda-feira, 6 de dezembro de 2021

Cartunista Magon(RJ) e o Seu Troféu "Jal&Gual" do 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 O cartunista carioca Magon, foi um dos homenageados pelo 
Salão Internacional de Humor de Caratinga
pela sua contribuição ao humor gráfico nacional.

"Recebi do amigo Edra, cartunista e organizador do Salão de Humor Caratinga, meu troféu de um dos homenageados em Contribuição ao Humor Gráfico Nacional do 16° Salão Internacional de Humor de Caratinga. Muito obrigado amigo, me sinto honrado!! Vida longa a você e ao Salão!" (Magon)

quinta-feira, 2 de dezembro de 2021

Cartunista Robinson e o Seu Troféu "Jal&Gual" do 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


Cartunista Robinson recebeu Menção Honrosa 
na categoria "Caricatura Cartunistas do Brasil"
 

Cartunista Duarte e o Seu Troféu "Jal&Gual" do 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 Cartunista Duarte recebeu Menção Honrosa 
na categoria "Caricaturas de Cartunistas do Brasil"

"Um registro especial com o meu troféu e a minha camisa. Fui contemplado com uma Menção Honrosa com a caricatura da cartunista Laerte no 16°Salão Internacional de Humor de Caratinga ( MG ). Muito obrigado aos organizadores e ao amigo Edra. Sucesso!" Duarte - Sumaré(SP)

segunda-feira, 29 de novembro de 2021

Cartunista Mello e os Seus Troféus "Jal&Gual" do 16º Salão Internacional de Humor de Caratinga


 

"Obrigado! O Salão Internacional de Humor de Caratinga faz parte de minha história com o humor gráfico. Lá conquistei meu primeiro prêmio, tive o privilégio de fazer parte do júri, conhecer pessoalmente grandes amigos, fazer novas amizades, etc. Ser homenageado na edição 2021 foi uma grande honra e ainda conquistar mais um reconhecimento pelo meu trabalho não tem preço!" Obrigado Salão de Humor de Caratinga! Obrigado, grande Edra!(Mello) 

O mineiro Mello, hoje um dos mais premiados cartunistas brasileiros e de expressão mundial, foi premiado pela primeira vez em concursos de humor gráfico, no 9º Salão Internacional de Humor de Caratinga, realizado em 2007. Neste ano ele conquistou o 2º Lugar na categoria Cartum/Charge e foi um dos homenagrados no "Festival Jal & Gual" no 16º Salão de Humor de Caratinga pela sua valiosa contribuição ao humor gráfico nacional.

quarta-feira, 10 de novembro de 2021

Morre o Cartunista Paraense Biratan Porto

Cartunista paraense Biratan, lutava contra um câncer.

Biratan está entre os homenageados do Festival Jal&Gual 
do 16º Salão de Humor de Caratinga


Alguns dos trabalhos de Biratan que foram premiados 
no Salão de Humor de Caratinga


 Cartunista Edra, no X Festival de Humor da Amazônia, 
a convite de Biratan Porto, realizador do evento

Faleceu no final desta manhã o jornalista, escritor e chargista paraense Biratan Porto. Conhecido como o "homem das imagens" e do humor, Biratan nasceu em Castanhal e estudou jornalismo na Universidade Federal do Pará em 1978. O jornalista deixa um legado na cultura paraense, um dos grandes incentivadores do Chorinho, em Belém. Com prêmios nacionais e internacionais, Biratan, segue espalhando a sua energia.

Fonte: O Liberal

quinta-feira, 4 de novembro de 2021

Cartunista Edra - 16 Anos de Realização do Salão Internacional de Humor de Caratinga / 2021





 "Apesar da experiência do tempo de estrada, fé e determinação, é sempre muito desafiador quando você se propõe a realizar alguma coisa. Sempre dou o meu melhor. Hoje, com muita alegria, ampliei o quadro de cartazes na galeria dos 16 anos do Salão de Humor de Caratinga. Muito obrigado,meu DEUS!" (EDRA - Presidente do Salão Internacional de Humor de Caratinga).